09/08/2017 às 17:14, Atualizado em 09/08/2017 às 17:30

Legislativo abre espaço em sessão para apresentação de ações do Agosto Lilás

A Câmara Municipal de Sidrolândia, em homenagem aos 11 anos de vigor da chamada “Lei Maria da Penha” (Lei nº. 11.340/2006), dentro das comemorações do “Agosto Lilás”, campanha de combate a violência contra a Mulher, abriu espaço de tribuna livre a Coordenadora Municipal de Políticas Públicas para Mulher , Natália Souza, que apresentou a programação da Campanha.

A Câmara Municipal de Sidrolândia, em homenagem aos 11 anos de vigor da chamada “Lei Maria da Penha” (Lei nº. 11.340/2006), dentro das comemorações do “Agosto Lilás”, campanha de combate a violência contra a Mulher, abriu espaço de tribuna livre a Coordenadora Municipal de Políticas Públicas para Mulher , Natália Souza, que apresentou a programação da Campanha.

Cb image default
Toni Reis

Natália apresentou dados referentes a violência sofrida por mulheres no país, colocando que a cada onze minutos uma mulher é estuprada e a cada uma hora e meia uma mulher é assassinada, simplesmente pelo menosprezo com que o sexo feminino é tratado no Brasil.

A Coordenadora pontuou as ações que estão sendo desenvolvidas e serão até o final da campanha. Campanha que começou com uma Blitz para panfletagem, ocorrida na manhã de segunda-feira (08) na Av. Dorvalino dos Santos, da qual participaram autoridades do Executivo, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, representante do Detran e do Legislativo, que esteve representado pelos Vereadores Professor Tadeu e Jean Nazareth, Presidente da Casa de Leis.

Natália apresentou o material educativo e explicativo que está sendo distribuído e utilizado em ações e palestras como, panfletos, cartazes, adesivos e folders, bem como o material que está sendo divulgado pelas redes sociais. Nesse ano o tema é “ Maria da Penha vai a escola”, que já está sendo trabalhado na rede pública de ensino municipal.

Mencionou as diversas parcerias com órgãos públicos e iniciativa privada, apontando a Lei do Agosto Lilás, aprovada pela Câmara Municipal e sancionada pelo Prefeito Marcelo Ascoli, como uma das poucas existentes a nível de município.

Após sua apresentação foi parabenizada pelos vereadores, que fizeram uso da tribuna, exaltando a importância da Campanha e de promover o fim da violência contra a Mulher.

Cb image default
Toni Reis

Professor Tadeu: “Temos que respeitar, zelar e dar carinho para nossas mulheres, quanto mais carinho nós dermos para elas, melhor vai ser nosso mundo”.

Cb image default
Toni Reis

Drº Kennedi: “Eu acho muito importante o trabalho da Coordenadoria, mas eu acho mais importante que as mulheres de Sidrolândia, que as mulheres do Brasil, denunciem os agressores, a lei está aí já a onze anos, nós tivemos uma evolução, mas é preciso que as mulheres, que são agredidas pelos seus maridos, denunciem”.

Cb image default
Toni Reis

Carlos Henrique: “A violência contra mulher é algo muito grave e é coisa que nós precisamos trabalhar, não só nas ruas Natalia, nós temos que trabalhar e massificar esse assunto nas escolas, massificar esse assunto nas igrejas, mssificar esse assunto nas rádios, nos meios de comunicações, para que aja o respeito do homem para com sua esposa, para com sua filha”.

Cb image default
Toni Reis

Edno Ribas: “Coisas que vocês vem fomentando no dia a dia, sem custo para o município, então Isso é um marco, já teve epoca das “vacas gordas”, mas hoje a gente tem que saudar e honrar as pessoas que estão fazendo esses eventos sem onerar o custo do município”, colocou o Vereador fazendo alusão ao trabalho realizado pela Coordenadoria.

Cb image default
Toni Reis

Otacir Figueiredo (Gringo): “Esse índice de violência contra a mulher aumenta muito, mesmo tendo a Lei Maria da Penha, a gente tem acompanhado o aumento da violência contra a mulher,não só violência física como outras situações, no trabalho, no dia a dia, uma série de situações que complicam a vida da mulher”

Cb image default
Toni Reis

Jean Nazareth: “Hoje estou feliz em dizer que, sem medo de errar, tem muito mais mulheres como assessoras, trabalhando na Câmara Municipal, do que homens, não que eu tenha alguma coisa contra os homens, mas as mulheres fazem um trabalho diferenciado”, justificou Jean.

“ É uma conquista de vocês mulheres e sei que essa conquista não foi com conversa, foi com uma luta muito árdua” comentou o Presidente referindo-se a Lei Maria da Penha.

Ao final da solenidade todas as mulheres presentes foram convidadas a fazerem uma foto para registrar para a posteridade o importante momento e sua importância para a sociedade.

Cb image default
Toni Reis