Acessibilidade
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte
Limpar Configurações

27/02/2015 às 00:00, Atualizado em 11/07/2017 às 10:36

David visita feira do produtor e se depara com situação de abandono

O Presidente da Câmara, Dr David Olindo, reuniu-se na manhã de hoje com os comerciantes da feira do produtor em Sidrolândia. Ele ouviu as reivindicações dos produtores e se comprometeu a encontrar soluções para os problemas apresentados. Logo na chegada, as 5:30 da manhã, o vereador pode conferir a primeira grande diferença da tradicional feira da cidade: menos da metade das bancas estavam ocupadas. “Fiquei admirado e ainda mais motivado a ajudar pois, mesmo com pouca oferta, pude ver varios dos nossos empresários adquirindo os produtos da feira.

O Presidente da Câmara, Dr David Olindo, reuniu-se na manhã de hoje com os comerciantes da feira do produtor em Sidrolândia. Ele ouviu as reivindicações dos produtores e se comprometeu a encontrar soluções para os problemas apresentados. Logo na chegada, as 5:30 da manhã, o vereador pode conferir a primeira grande diferença da tradicional feira da cidade: menos da metade das bancas estavam ocupadas. “Fiquei admirado e ainda mais motivado a ajudar pois, mesmo com pouca oferta, pude ver varios dos nossos empresários adquirindo os produtos da feira.

Encontrei o Valdecir, o Danilo... Sinal de que esse espaço é mais valorizado pela nossa população do que pelos nossos governantes”, observou David. A lista de reivindicações é vasta. e vai desde o momento da plantação, até o ponto de venda. Produtores do Assentamento São Pedro reclamam que não recebem assistência técnica há meses e que o trator da Prefeitura, que fica de posse da associação de moradores, cobra mais caro para fazer o serviço de preparação da terra do que os tratores particulares. Nair Couto, assentada e produtora, vende seus produtos na feira desde que ela foi criada, há 14 anos, e disse que nos ultimos dois anos a única coisa que pôde observar foi a desistência dos companheiros e o abandono da atividade. “Muitos produtores não vem mais.

O caminhão do PAES que nos auxiliava não circula mais, o ônibus que nos trazia toda sexta de manhã também foi tirado de linha. Com o combustível no preço que está, para muitos não compensa vir com o próprio carro. Fora que pagamos uma taxa para utilizar esse barracão e, quando chegamos temos que lavar tudo muito bem lavado, pois até urina encontramos aqui. Não ligamos de pagar, acho certo, mas gostaríamos pelo menos de encontrar um local limpo”, desabafou a produtora. Após ouvir as queixas, David Olindo se comprometeu a tomar algumas ações imediatas, como a de aproveitar o espaço da Rádio Pindorama e a nova equipe de comunicação da Câmara para divulgar melhor a feira e, a médio prazo, verificar o que está sendo feito das 50 patrulhasmecanizadas disponíveis no Município, bem como o caminhão baú que fazia o transporte dos produtos.

“Se o secretario de desenvolvimento rural não teve competência de fazer o seu trabalho e ajudar esse povo a continuar produzindo, eu terei. E agora, como presidente da Câmara, não preciso mais ficar gritando, tenho meios muito mais eficientes de fazer com que esse povo seja atendido”.