20/03/2015 às 00:00, Atualizado em 11/07/2017 às 10:37

Câmara, prefeitura e Incra se reúnem para resolver impasse do atendimento aos assentados em Sidrolândia

Durante a manhã desta quarta-feira, 17/01, o poder legislativo, executivo municipal e federal formaram parcerias para solucionar o problema no escritório do INCRA destinado para atendimento dos assentados em Sidrolândia. A reunião contou com os vereadores Marcos Roberto e Edvaldo dos Santos (Vadinho) que representam a classe dos pequenos produtores rurais do município, o primeiro

secretário Nelio Paim e o presidente da Casa David Moura de Olindo, o prefeito municipal Ari Basso, o secretário de governo Ilson Peres e o superintendente do Incra Celso Cestari.

Desde dezembro o escritório mantinha-se aberto com funcionários cedidos pela prefeitura, o que impedia o atendimento dos assentados que dependem de documentações e informações fornecidas pelo INCRA, pois somente funcionários do Incra tem acesso a senha do sistema de gerenciamento que disponibiliza vários serviços oferecidos.

Um acordo foi firmado entre prefeitura, Incra e câmara municipal de manter o escritório e retornar os serviços com a disponibilização de 03 funcionários da prefeitura, 01 da câmara e um do Incra. O

superintendente do Incra , Celso Cestaria disse que o intuito da reunião foi de agregar parcerias. “É fundamental que todos os poderes de um município reúnam-se como estamos nesta manhã para resolver problemas e situações de interesse da população. Sidrolândia conta com um número alto de assentamentos e que precisam de um olhar especial do poder público”, disse Cestari.Os dois vereadores, Marcos Roberto e Edvaldo dos Santos (Vadinho), representantes de assentamentos solicitaram ao superintendente e ao prefeito Ari Basso providências para resolver a situação crítica das estradas rurais. “Existem ônibus de transporte escolar que precisa circular com segurança. É necessário dar condições a estas crianças”, afirmou Marcos Roberto.

O presidente da câmara, David Moura de Olindo, comprometeu-se em procurar os prefeitos das cidades vizinhas, Dois Irmãos do Buriti e Terenos, para propor um consórcio e para que os assentados destes municípios também sejam atendidos na unidade do Incra em Sidrolândia. “A câmara está aqui para ajudar, como presidente me disponho a fazer o que está ao nosso alcance para ajudar e melhorar as condições do assentado. Um povo que contribui muito para a movimentação do comércio em nosso município. Se Sidrolândia possui este comércio é por causa dos assentados. Precisamos dar condições de produção a eles”, concluiu David.