14/09/2017 às 09:23, Atualizado em 14/09/2017 às 10:10

CAMPANHA SETEMBRO AMARELO

Esta acontecendo hoje pela manhã na câmara de vereadores de Sidrolândia, 1°ENCONTRO DE PREVENÇÃO AO SUICÍDIO.

Cb image default
Psicólogo Ana Paula Barbosa dos Santos  

Esta acontecendo hoje pela manhã na câmara de vereadores de Sidrolândia, 1°ENCONTRO DE PREVENÇÃO AO SUICÍDIO.

A Equipe do CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) com o Apoio da SMS (Secretaria Municipal de Saúde) está realizando o Primeiro Encontro de Prevenção ao Suicídio, no Auditório da câmara Municipal de vereadores.

As Palestras estão sendo ministradas pelo Psicólogo Ana Paula Barbosa dos Santos e doutor Fabio Coelho Brandão Psiquiatra, com a presença de secretários, do comandante do Corpo de Bombeiros Major Alexssander dos Santos Trindade e também as escolas, Municipal PORFIRIA LOPES DO NASCIMENTO , EM Prof.ª NATALIA MORAES DE OLIVEIRA , E.E SIDRONIO ANTUNES DE ANDRADE e EM CACIQUE JOÃO BATISTA FIGUEIREDO.

Cb image default
 1°ENCONTRO DE PREVENÇÃO AO SUICÍDIO.

Dados alarmantes

No Brasil, o índice de suicídios perde apenas para homicídios e acidentes de trânsito entre as mortes por fatores externos (o que exclui doenças). Em todo o mundo, entre os jovens, a morte por suicídio já é mais frequente que por HIV. Entre idosos, assim como entre pessoas de meia-idade, as incidências também avançam.

Um dos estudos mais completos sobre o tema, feito pelos pesquisadores Daiane Borges Machado e Darci Neves dos Santos, da Universidade Federal da Bahia (UFBA), analisou dados do Sistema de Informações sobre a Mortalidade Brasileira (SIM), Datasus e IBGE entre os anos 2000 e 2012 no Brasil.

As pessoas que mais se suicidaram foram as menos escolarizadas, indígenas (132% mais casos que na população em geral) e homens maiores de 59 anos (29% a mais que as outras faixas etárias).

O Mapa da Violência de 2014 (levantamento mais recente) também aponta uma alta de 15,3% entre jovens e adolescentes no Brasil, de 2002 a 2012.